Notícias

Nacional de Futebol: Contagem decrescente para a última jornada da fase de grupos


11 Mai 2018 Desporto

Este fim-de-semana joga-se para a sexta e última jornada da primeira fase do Campeonato Nacional de Futebol. É a jornada de todas as decisões. Duas equipas vão seguir para as meias-finais e fazer companhia às já apuradas Foguetões e Palmeira.

As outras oito equipas vão terminar a sua participação neste campeonato nacional.

O Grupo A é aquele que mais expectativas gera. Tirando o Sal Rei, todas as outras 3 equipas, Mindelense, Académica da Praia e Académica do Porto Novo têm chances de que qualificar. Qualquer uma delas pode ficar em primeiro lugar. Qualquer uma delas pode qualificar-se também como melhor segundo. O Mindelense joga na Boa Vista com o Sal Rei e depende apenas de si. Se ganhar, assegura o primeiro lugar do grupo e a consequente qualificação directa. Se empatar ou perder, terá de esperar pelas contas finais dependendo dos resultados dos outros jogos.

O Treinador do Mindelense, Rui Leite, avisa que a sua equipa vai à Boa Vista para ganhar. Mas sabe que não espera facilidades.

O Mindelense vai ter pela frente a única equipa que ainda não conseguiu ganhar neste campeonato. O treinador do Sal Rei manda um recado ao adversário… que se cuide, porque que a sua equipa quer sair do campeonato com cara levantada.

No outro jogo deste grupo, é o mata-mata entre as Académica da Praia e do Porto Novo. As duas equipas têm o mesmo número de pontos, 8. Quem vencer garante o apuramento, se não for em primeiro lugar, será de certeza como melhor segundo. Daí de que preveja um jogo de louco. A Académica da Praia joga em casa. O Treinador Lito Aguiar diz que a sua equipa é capaz e vai a procura da vitória que garante a qualificação.

Do outro lado, uma outra Académica, a mesma ambição. Gunga Fonseca diz que não passa pela cabeça da sua equipa outra senão a qualificação na casa de um adversário que ele reconhecer ser fortíssimo.

Grupo A com três equipas declaradamente candidatas ao titulo. Uma delas, é certo, vai se qualificar. Pode ser que duas passem. Certo mesmo é que pelo menos uma delas vai ter de ficar pelo caminho. Todos os jogos do Grupo A é no domingo, todas a mesma hora, às 16 horas.

Assim como no Grupo B , Foguetões já está nas meias finais. E nesse grupo ainda duas equipas sonham com a possibilidade da qualificação. È certo que nenhuma delas depende de si mesma. Em Santa Cruz o Scorpion recebe Foguetões. Scorpion vai ter de ganhar, e de preferência por muitos golos de diferença, e esperar que Vulcânico não vença e eu nem as equipas do grupo A vençam. Só assim poderá fazer contas no fim. Os campeões de Santiago Norte agarram-se à esta possibilidade por isso vão dar tudo por tudo, conforme o jogador Nito.

Do lado dos Foguetões, a equipa já está qualificada, mas não falta motivação para mais uma vitória. Afinal, os campeões de Santo Antão Norte querem terminar a fase de grupos sem derrotas, conforme o treinador Palela.

Ainda no mesmo grupo B, na Brava jogam Morabeza e Belo Horizonte. O Morabeza já só cumpre calendário. O Belo Horizonte vai precisar do mesmo cenário do Scorpion. Ganhar, de preferência por muitos golos, e esperar que os adversários com possibilidades não vençam.

Sandro Reis, treinador-adjunto, diz que a sua equipa vai procurar fazer a sua parte, que é vencer na Brava.

Do lado do Morabeza, já disse, a equipa está no ultimo lugar do grupo com 3 pontos, já não tem chances, mas quer despedir-se do campeonato nacional em grande, com vitória perante o seu publico.

Agora o Grupo C , com a Palmeira já qualificada, Barreirense e Sporting da Praia, eliminados, resta o Vulcânico continuar a sonhar. A equipa pode chegar aos 10 pontos , se ganhar, e tem possibilidade de se qualificar como melhor segundo, caso ninguém vença no Grupo A, onde estão Mindelense e as Académicas. Pode até dar-se o caso de haver um vencedor no jogo entre Académica da Praia – Académica Porto Novo. Mas o Mindelense teria de perder. Ou então. O Mindelense pode ganhar ou empatar, mas terá de haver empate tb no jogo entre as académicas. Com um destes cenários, contanto que Vulcânico ganhe, passa como melhor segundo.

Danilo Dinnis, treinador da equipa foguense, não perde a esperança. Mas atenção, Vulcânico vai ter pela frente o Barreirense. Na primeira volta os foguenses foram ganhar ao Maio. Agora, a equipa do Maio quer fazer igual, conforme deixa claro o treinador adjunto do Barreirense, Danilo Dinis.

Finalmente, uma referencia ao jogo de amanhã. Única partida marcada para este sábado, entre Sporting da Praia e Palmeira. É o único jogo desta última jornada, sem qualquer interesse para as contas da qualificação.

As equipas de arbitragem
Já são conhecidos os árbitros que vão dirigir os jogos da sexta e ultima jornada da fase de grupos do campeonato nacional de futebol.

Começando pelo jogo de amanhã, único deste sábado, entre Sporting da Praia e Palmeira. A partida, marcada para as 4 da tarde no Estádio da Várzea, vai ser dirigida por um trio de são Nicolau, chefiado por Elvi Ramos. Nicolau Cabral e Carlos Cosme são os auxiliares.

Para os jogos de domingo, um trio do Sal, dirige o encontro entre Académica da Praia e Académica do Porto Novo. O árbitro central é Fábio Vaz, os assistentes são Jeremias Mendes e José Brito.

David Monteiro, do Fogo, é o arbitro indicado para dirigir Sal Rei x Mindelense. Os auxiliares são Miguel Barbosa e Hermógenes Fernandes.

Scorpion x Foguetões terá arbitragem de Benvindo Cruz, de São Vicente. Os auxiliares são Wilson Fernandes e Osvaldo Fernandes.

Morabeza x Belo Horizonte será dirigido por um trio que viaja de São Vicente. O juiz principal é Carlos Jorge Delgado. Ele terá como assistentes Osvaldino Neves e Benedito Santos.

Finalmente, a partida entre Vulcânico e Barreirense, será dirigida por Lenine Delgado, de Santo Antão Sul. Osvaldo Maocha e Jailson Santos os árbitros assistentes.

RCV - Benvindo Neves


Reportagem RCV


pub

Vídeos Relacionados

Comentários

pub

Pesquisar