Notícias

Joga-se este fim-de-semana a 2ª mão das Meias-finais do Nacional de Futebol


25 Mai 2018 Desporto

Todos os caminhos vão dar à Porto Novo. É lá que acontece a final do Campeonato Nacional de Futebol. Quatro equipas tentam o passaporte, mas só duas vão conseguir.

É este fim-de-semana, na segunda mão das meias-finais, que se fica a conhecer as duas equipas finalistas, e que vão sair dos jogos Palmeira x Mindelense e Académica da Praia x Foguetões.

No estádio Marcelo Leitão, este sábado, jogam a Palmeira vai tentar, em casa, dar a volta a resultado negativo que levou de São Vicente na semana passada. Mas, pela frente vai ter uma equipa muito experiente, o Mindelense, disposto a fazer de tudo para conservar a vantagem de um golo, vitória por 2-1, conseguida na primeira mão. O treinador da Palmeira, Kiki, quer aproveitar o factor casa para dar a volta à eliminatória e estar na final, algo que a equipa nunca conseguiu.

O treinador da Palmeira diz que tem a sua equipa na máxima força e todos querem jogar.

Do lado do Mindelense, a equipa está em vantagem e se marcar no Marcelo Leitão pode ver as coisas facilitadas. Rui Leite é claro: Nada está decidido, mas o Mindelense não vai facilitar.

O Mindelense está mais forte, até porque foi trabalhada a atitude que teria faltado no jogo da primeira mão.

O jogo Palmeira x Mindelense está marcado para amanhã, às 15h30, no Estádio Marcelo Leitão, em Espargos, e será dirigido por um quarteto de arbitragem da Ilha do Fogo, chefiado por David Monteiro.

No final do dia de amanhã, já se ficará a conhecer a primeira equipa finalista do campeonato nacional de futebol.

A outra finalista só será conhecida no domingo, quando jogarem Académica da Praia e Foguetões de Santo Antão Norte.

Na primeira-mão registou-se um empate a zero. Agora, no jogo de todas as decisões, ninguém quer perder a oportunidade de estar na final. A Académica da Praia quer voltar a final, nove anos depois. Lito Aguiar, o treinador dos campeões de Santiago Sul, reconhece o valor do Foguetões, mas só tem uma ideia na cabeça. Ser melhor que o adversário qualificar-se.

Confiança é a palavra mais usada pelos jogadores da Académica ao perspectivarem o jogo de domingo. O médio Edson, que tem sido um dos jogadores mais influentes da equipa, dá voz à determinação do grupo.

Do lado do foguetões, o empate sem golos em casa dá muita esperança à equipa. O treinador Palela garante que a equipa vai fazer de tudo para conseguir um resultado que possa da o acesso à final. E para isso, um empate até pode ser suficiente, desde que seja com golos.

Palela teria a equipa na máxima força, não fosse o castigo de Rui Tavares, contestado aliás, pelos Foguetões.

Académica da Praia – Foguetões, domingo, a partir das 15h30 minutos, no Estádio da Várzea. Com arbitragem de Alberto Monteiro, da ilha do Maio.


Reportagem com jornalista Benvindo Neves


pub

Vídeos Relacionados

Comentários

pub

Pesquisar