Notícias

Boxe: Nancy Moreira: “a medalha de bronze nos Jogos Africanos foi uma chapada de luva branca”


Ivanusa Moreira "Nancy"
10 Set 2019 Desporto

Esteve nos jogos Africanos, que aconteceram recentemente em Marrocos e no meio de 37 atletas que representaram Cabo Verde, ela foi a única que ganhou uma medalha. Falamos de Yvanusa Moreira, Nancy, que conquistou o bronze na modalidade de boxe.

Em conversa com a Rádio de Cabo Verde, a pugilista de 30 anos, diz que ficou com um misto de sentimentos. Pois as expectativas era conquista do ouro e feliz por ajudar Cabo Verde a conquistar a única medalha nos Jogos Africanos Marrocos 2019.

Uma medalha de bronze conseguida a custa de muito esforço. É que, explica Nancy, lutar no continente é muito complicado.

Nancy Moreira nasceu em Cabo Verde, vive em Portugal desde os oito anos. É atleta do Futebol Clube do Porto, chegou a ser convidada a representar as cores da bandeira portuguesa mas recusou.

A opção por representar Cabo Verde foi consciente, guiada pelo amor ao país de origem. Mas, diz que tem enfrentado dificuldades por causa desta sua escolha. “Os patrocinadores em Portugal, preferem atletas que representam Portugal”.

Feliz por estar a combater por Cabo Verde mas, ao mesmo tempo, agastada com a pouca atenção que país dá ao boxe. A pugilista ergue os punhos e diz que a medalha de bronze acabou por ser uma “chapada” de luva branca a quem não queria que a modalidade estivesse nos Jogos Africanos.

Yvanusa Moreira, ou simplesmente Nancy, medalha de bronze nos Jogos Africanos de Rabat. Foi no boxe, categoria – 69 quilogramas.


Reportagem RCV


pub

Vídeos Relacionados

Comentários

pub

Pesquisar