Notícias

Atletismo: Governo lamenta morte de Carlos “Mosca”


22 Out 2019 Desporto

O Governo de Cabo Verde, através do Ministério do Desporto, expressou ontem em comunicado o seu pesar pelo desaparecimento físico do ex-atleta internacional e um dos maiores nomes do atletismo nacional, Carlos Neves, conhecido por Mosca. Morreu domingo, aos 55 anos de idade, vítima de um AVC.

“Mosca”, lê-se no comunicado, foi um dos nomes que dominaram as disciplinas da maratona e meia-maratona em São Vicente, onde nasceu, e no panorama nacional nos idos anos 90, construindo uma grande rivalidade com outro atleta sanvicentino, o também saudoso Elias Fernandes.

Teve uma vida dedicada ao atletismo, conquistou vários troféus nas ilhas, e representou as cores nacionais em diversas competições, incluindo a Maratona de Boston em 1990, a Maratona de Dakar, competiu em Madagáscar, em Vila da Moura na corrida de Nova Rede, entre outras paragens além-fronteiras.

Mais do que um atleta, Mosca também se destacou enquanto dinamizador do atletismo.

Na nota, o Ministério do Desporto expressa o desejo de o seu legado ser preservado e passado por muito mais gerações.


pub

Vídeos Relacionados

Comentários

pub

Pesquisar