Notícias

Andebol: Cabo Verde apurado para Mundial 2021. Federação eufórica


22 Jan 2020 Desporto

É um feito histórico para o andebol nacional: Cabo Verde está qualificado para o campeonato do mundo, a ser realizado em 2021, no Egito. A seleção nacional garantiu a qualificação na tarde desta sexta-feira, na Tunísia, ao vencer a República Democrática do Congo por 32-30.

Foi um jogo de nervos, aquele que opôs na tarde desta sexta-feira, 24, as seleções de Cabo Verde e da Republica Democrática do Congo. Quem vencesse garantiria o sétimo lugar no CAN e a consequente qualificação directa para o campeonato do Mundo. Nem cabo-verdianos, nem congoleses queriam perder essa oportunidade.

Mas na primeira parte, a RD Congo até foi melhor, chegou ao intervalo com uma vantagem de 3 golos, 13 – 10.

No segundo tempo, a equipa nacional arranjou forças, anulou a desvantagem, ainda conseguiu colocar-se na frente, mas o jogo viria a chegar ao fim empatado a 25 bolas.

Foi preciso ir-se ao prolongamento, fase em que Cabo Verde foi mais forte e venceu por 32-30.

A Rádio de Cabo Verde foi atrás de reacções. Ainda no calor dos festejos, o selecionador José Tomás dizia-se tranquilo mas feliz por aquilo que a equipa conseguiu. “Sinto-me tranquilo e satisfeito. Foi uma oportunidade que surgiu nas nossas carreiras e penso que aproveitamos bem. Tivemos uma vitória sofrida, no prolongamento, mas justa” – disse o técnico português.

Mais eufórico estava o presidente da Federação Cabo-verdiana de Andebol. Nelson Martins começou por dizer que “não tinha palavras” para qualificar este feito da selecção nacional: “É uma sensação indescritível, não temos palavras para expressar o que estamos a sentir neste momento, não sei que palavras devo utilizar para expressar o que sentimos neste momento.”

Cabo Verde chegou ao Campeonato Africano de Andebol pela primeira vez e mediante um convite da CAHAB, Confederação Africana de Andebol. A seleção nacional já tinha feito história ao se qualificar logo para os quartos-de-final. Mas esta sexta-feira elevou mais a fasquia ao garantir o sétimo lugar e a consequente apuramento para o Mundial do próximo ano, que vai ser no Egito.

Cabo Verde pode ainda ficar entre as cinco melhores seleções de África, caso vença Marrocos, este sábado, 25, no jogo de atribuição do quinto lugar.


Reportagem RCV com jornalista Benvindo Neves


pub

Vídeos Relacionados

Comentários

pub

Pesquisar