Notícias

Futebol ilha do Maio: clubes decidem pela não retoma dos jogos e época fica sem desfecho


Figueirense, equipa que ia na frente do campeonato aquando da suspensão
21 Jun 2020 Desporto

Já está confirmado. Não há condições para continuar com os jogos da época desportiva 2019/2020 na Ilha do Maio. Em reunião, maioria dos clubes votou "não".

A decisão saiu do último encontro realizado no final da tarde de sexta feira, 19, na Cidade do Porto Inglês, que envolveu representantes da Associação Regional da Futebol, dos Clubes Federados e  de Autoridades de Segurança e de Saúde da Ilha. Fica por decidir o desfecho da época.

Foi um encontro que começou com alguma tensão,  uma vez que alguns clubes alegaram falta de informações sobre a referida reunião. à medida que o tempo ia passando, as coisas começavam a entrar nos eixos, mas sempre puxando para um ou outro artigo que nunca era encontrado no Regulamento sobre a competência, ou não, de atribuição do título à uma equipa numa época que ficou por terminar.

Várias foram as opiniões, mas consenso só foi encontrado para o único ponto: a continuidade ou não dos jogos. E dos 9 clubes representados, 8 votaram contra e 1 a favor. Atendendo os resultados da votação, ficou claro a não continuidade dos jogos.

Mas, o problema maior ainda está pela frente, o desfecho final da época desportiva 2019/2020. O Presidente da Associação Regional de Futebol diz que o próximo passo só será dado após a Assembleia-geral da Federação Cabo-verdiana de Futebol, em princípio agendada para o mês de Julho.

O problema é como deslindar esta época, quando o regulamento não clarifica as competências na atribuição do título num campeonato em que faltavam 3 jogos para serem realizados. Manuel Oliveira vê a possibilidade de pedir um parecer jurídico junto da FCF.

A época desportiva 2019/2020 foi interrompida pela pandemia da covid-19. Agora a polémica gira em torno da sua conclusão. 8 dos 9 clubes presentes no último encontro entenderam que já não há condições para continuar, o problema é como decidir o desfecho da época.
Os clubes acordaram a realização de uma Assembleia-geral extraordinária para uma decisão final numa data ainda a indicar.

José Carlos Varela, RTC/Maio
Editado por Benvindo Neves


pub

Comentários

pub

Pesquisar