Notícias

Mané Trovoada feliz com Edy Tavares: "é um atleta de superação, um exemplo do que é o povo cabo-verdiano"


Edy Tavares e Emanuel Trovoada, em Espanha
13 Ago 2020 Desporto

Edy Tavares  foi escolhido pelos fãs da Liga Europeia de Basquetebol como um dos 10 melhores basquetebolistas do Real Madrid da última década, de acordo com uma eleição que decorreu durante três semanas na internet.

O fãs  da Liga Europeia de Basquetebol estão impressionados com o atleta cabo-verdiano, Edy Tavares.
Numa votação em que o objectivo era escolher os jogadores de entre as melhores equipas da última década para, deste modo, elegerem os melhores da competição dos últimos 10 anos, o menino gigante da ilha do Maio, aparece entre os primeiros 10 com maior preferência dos internautas. O atleta natural da ilha do Maio recebeu 60, 39 % dos votos.

O Real Madrid realçou, de pronto, este facto na sua página oficial.
Edy Tavares reagiu com humildade. Na sua conta oficial no Twitter, big Edy escrever “muito obrigado, mas ainda é muito cedo para eu estar aí”.

Emanuel Trovoada diz-se orgulhoso

Ouvido pela Rádio de Cabo Verde, o seleccionador nacional de basquetebol, Emanuel Trovoada, mostrou-se orgulhoso com esta eleição.

“É um atleta de superação. Ontem, quando estive com ele ao telefone para lhe dar os parabéns, ele disse: «coatch eu quero mais». Esté é o Edy, um exemplo do que é o povo cabo-verdiano, um povo de superação. Ele está a abrir portas para novos atletas. Graças a ele, este ano vamos ter mais cinco cabo-verdiano em equipas espanholas.”

Para Mané Trovoada, o empenho de Edy Tavares aliado à sua humildade, faz com que ele esteja a abrir portas a muitos jovens cabo-verdianos em Espanha. O seleccionador nacional não duvida que gigante cabo-verdiano tem muito ainda para triunfar.

“O Edy, neste momento, se continuar a trabalhar desta forma, tem tudo para continuar a subir. Sei que a NBA está a forçar a sua ida, mas ele está muito bem no Real Madrid”

E em relação à selecção nacional?

“O Edy, mais uma vez, disse claramente que está connosco, ele sentiu muito não ter podido estar connosco na Argélia, para a qualificação para o Afrobasquet. Mas está sempre disponível para representar a selecção.”

Benvindo Neves, RCV
Acompanhar a entrevista na íntegra, conduzida pelo Moisés Évora:


Entrevista RCV com Mané Trovoada sobre Edy Tavares


pub

Vídeos Relacionados

Comentários

pub

Pesquisar