Notícias

Chefe do Executivo cabo-verdiano participa na cimeira da CEDEAO a ter lugar este fim-de-semana na Nigéria


15 Dez 2016 Política


Uma cimeira com o condão de afinar posições em assuntos importantes que têm que ver com o futuro da comunidade, como por exemplo o desenvolvimento da sub-região, a segurança e a democracia.


O Primeiro-ministro irá representar o país, afirma o ministro dos negócios estrangeiros, com bastante interesse na integração africana no desenvolvimento da CEDEAO, enquanto espaço económico de referência que em termos de números representa mais de 300 milhões de consumidores.

Ainda no campo da diplomacia Praia acolhe na sexta-feira e sábado, a Primeira Conferência Ministerial dos Estados Insulares Africanos.

A conferência vai discutir formas de ultrapassar as barreiras existentes nos Estados insulares, segundo o Chefe da diplomacia cabo-verdiana, Luís Filipe Tavares.

No fundo, os Estados Insulares Africanos vão definir estratégias de articulação com o objetivo de terem uma única voz dentro da União Africana de forma a defenderem melhor os seus interesses. A criação de uma organização dos Estados Insulares Africanos é um dos resultados esperados do encontro da Praia.

Sobre a mesa vão estar vários assuntos, estando enfoque na dinâmica da implementação da agenda africana 2063, do Samoa Pathway e da agenda 2030 sobre os ODS, energias renováveis, economia azul, financiamento para o desenvolvimento, bem como o seguimento da COP21 e COP22 e a convenção da ONU sobre as mudanças climáticas.

Com excepção do Madagáscar, todos os países já confirmaram a presença neste encontro aprazado para sexta e sábado na Praia.


MCSA RCV


Comentários

Pesquisar






Publicidade