Notícias

Terminou na cidade da Praia a primeira Conferência dos Estados Insulares Africanos


Luís Filipe Tavares - Ministro dos Negócios Estrangeiros e da Defesa
18 Dez 2016 Política


A Conferência dos Estados Insulares Africanos terminou ontem na cidade da Praia com uma declaração oficial que institucionaliza o grupo junto da União Africana e das Nações Unidas.


Cabo Verde preside o grupo, composto ainda por Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Comores, Maurícias, Seychelles e Madagáscar e deverá funcionar como plataforma de entendimento para a defesa de uma agenda comum.

Os países insulares decidiram eleger como prioridade questões ligadas às mudanças climáticas, transportes marítimos, energias renováveis e acesso ao financiamento para constar do plano de acção conjunto a ser desenvolvido com projectos comuns.

O Ministro dos Negócios de Cabo Verde, Luis Filipe Tavares, afirmou que os desafios dos pequenos Estados insulares são enormes e devem ser tidos em consideração no âmbito da agenda de desenvolvimento da União Africana.

A próxima reunião do grupo dos países insulares africanos deverá ocorrer já em Janeiro à margem da cimeira da União Africana, que irá decorrer em Adis Abeba, na Etiópia.


MCSA - RCV


Comentários

Pesquisar






Publicidade