Notícias

AJEC defende a criação da provedoria do cidadão


Paulo Cabral - Presidente da Associação dos Jovens empresários
22 Dez 2016 Economia


A Associação dos Jovens empresários, AJEC, defende a criação da provedoria do cidadão para que o país melhore o ambiente de negócios e sua classificação no Ranking do Doing Business.


A coordenação intersectorial das políticas e medidas para atingir as metas do Ranking Mundial do Doing Business, criada pelo Governo, só terá sucesso se tiver poderes, meios e capacidade de agir, alerta o Presidente da AJEC. Caso contrário avisa, Paulo Cabral, será mais um grupo de concertação, conversas e boas intenções.

Apesar de não ser uma revolução, Paulo Cabral diz-se agradado com a criação do grupo intersectorial, na medida em que segundo diz uma das razões da ineficiência das respostas é a dispersão.

O Presidente da AJEC avisa que o sucesso do grupo vai depender dos poderes da comissão e a determinação do coordenador.

Paulo Cabral defende pragmatismo, para que haja melhorias na prática. O representante da associação dos jovens empresários sugere a criação da provedoria do utente, como forma de apressar o cumprimento das metas do ranking mundial do Doing Business.

O Presidente da associação de jovens empresários de Cabo Verde afirma que o grupo de coordenação intersectorial das políticas e medidas para atingir as metas do ranking mundial do Doing Business precisa trabalhar todos os indicadores de uma só vez e de forma imediata.

Entretanto, Paulo Cabral reafirma que o grupo de trabalho só terá êxito se tiver poderes, meios e capacidade de agir.


MCSA - RCV


Comentários

Pesquisar





Inquérito Online