Notícias

Cabo Verde quer aprofundar o acordo cambial com a zona euro


06 Jan 2017 Economia


Além disso, para os próximos tempos, pretende ver a circulação do escudo e do euro em simultâneo no mercado cabo-verdiano.


A informação foi avançada pelo Primeiro–ministro, Ulisses Correia e Silva. O acordo de cooperação cambial de 1998 foi uma solução acertada, para a economia cabo-verdiana. A intenção do atual Governo, segundo o Primeiro-ministro, é a sua evolução no quadro da parceria estratégica Cabo Verde - União Europeia, para a dupla circulação da moeda.
 
Com isso cai por terra, a possibilidade da moeda única na região da CEDEAO, apesar da pertença àquela região africana.
 
O Governo liderado por Ulisses Correia e Silva quer a dupla circulação escudo e euro em Cabo Verde, objetivo para o presente mandato admite o atual chefe de Governo.


MCSA - RCV


Comentários

Pesquisar





Inquérito Online