Notícias

Presidente da República endereça ao seu homólogo de Portugal uma mensagem de condolências pelo falecimento do antigo Estadista Mário Soares


10 Jan 2017 Sociedade


Jorge Carlos Fonseca prestou, no comunicado, um tributo à memória daquele que, na sua opinião, foi um grande político, cujo pensamento e acção estão indissociavelmente ligados à construção do Portugal moderno e democrático, à sua luta contra o Estado Novo, à entrada de Portugal como membro na Comunidade Europeia e ao processo de descolonização que se seguiu à Revolução de Abril.


Jorge Carlos Fonseca destacou o contributo de Mário Soares no processo de descolonização em África, incluindo Cabo Verde, enfatizando o amigo que o Estadista tornou-se do país.

O contributo do Presidente Soares no processo, escreve Jorge Carlos Fonseca, facilitou a preservação das relações de amizade entre as duas nações e as históricas ligações existentes entre os Países de Língua Portuguesa espalhados pelo mundo.

Jorge Carlos Fonseca chefia a comitiva que partiu na tarde de ontem rumo a terras lusas para representar o país nas exéquias fúnebres do falecido Presidente português.

Os restos mortais de Mário Soares, falecido no sábado aos 92 anos, encontram-se em camara ardente no Mosteiro dos Jerónimos onde foram recebidos pelo Presidente da República portuguesa, acompanhado dos representantes do Governo e do Parlamento.

Seis militares da Academia Naval, Academia Militar e da Academia da Força Aérea prestaram honras de câmara ardente na Sala dos Azulejos nos Jerónimos, onde o corpo de Mário Soares fica até à meia-noite.

É o primeiro funeral de Estado de um Presidente da República eleito democraticamente. Centenas de pessoas aguardam a sua vez para prestar a sua homenagem a Mário Soares.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros português deu orientações a "todos os postos" diplomáticos para abrirem livros de condolências pela morte do ex-Presidente da República Mário Soares. Os livros de condolências estarão abertos durante os três dias de luto nacional decretados pelo Governo, que começaram segunda-feira.


MCSA - RCV


Comentários

Pesquisar






Publicidade