Notícias

Vice-directora Geral do Banco Africano de Desenvolvimento visita o Data Center


Marie-Laure Akin-Olugbade - Vice-directora Geral do Banco Africano de Desenvolvimento
17 Fev 2017 Economia


Marie-Laure Akin-Olugbade esteve no Data Center, que é financiado pelo BAD, e ficou radiante com a forma como o projecto tem estado a avançar.


O Banco Africano de Desenvolvimento garante o financiamento das próximas fases do Data Center, assim como outros projectos que estão a ser avaliados durante esta missão da Vice-directora Geral do BAD a Cabo Verde

Nas palavras da vice-directora Geral do Banco Africano de Desenvolvimento, o centro é provavelmente o projecto mais importante que o BAD alguma vez já ajudou Cabo Verde a implementar. E aposta que valeu a pena, conslui-se das palavras de Marie-Laure.

"É uma realização impressionante na medida em que oferece segurança à informação. Este é um aspecto importante hoje em dia em que há muita incidência de Hackers. Por isso este Data Center é muito importante e fico impressionada com o nível de segurança disponível.
Estou ainda mais satisfeita pela capacidade deste Centro em permitir outros países, outros clientes fora de Cabo Verde, de utilizar igualmente esta plataforma.
Estou muito feliz por constatar que a Comunidade Económica dos Países da África ocidental já é um cliente deste Data Center. Vislumbramos muito boas perspectivas para este centro".

Boas perspectivas que aumentam agora que já decorrem as obras da segunda fase do Data Center. Uma fase que contempla incubadoras de empresas e outras valências conforme pormenoriza Carlos Delgado, coordenador do Data Center

O projecto da segunda fase do Data Center custa 36 milhões de euros, o financiamento é quase todo ele do Banco Africano de Desenvolvimento. O Governo de Cabo Verde contribui com 12 porcento desse valor. As obras devem ficar concluídas em 2018.


MCSA - RCV


Comentários

Pesquisar






Publicidade