Notícias

Deputado Julião Varela defende a tese de que o programa Casa para Todos tem um forte pendor social com visão económica


21 Fev 2017 Política


O tema veio à tona durante a interpelação ao Governo sobre questões de cariz social, na Assembleia Nacional.


Na sua interpelação, Julião Varela acusou ainda o Governo ter uma política social que se traduz na suspensão de propinas a dezenas de bolseiros e numa avultada dívida às universidades.

Em resposta, Filomena Gonçalves afirmou ser o PAICV o principal responsável pelos problemas com que o programa casa para todos se confronta.

O avultado endividamento a que o Governo do PAICV recorreu não resolveu, na opinião da deputada do MpD, os problemas habitacionais do País.

Filomena Gonçalves diz ainda haver na gestão do projecto muitas zonas de sombra, com quase cem cento do montante previsto a servir para a construção de apenas 50 por cento das habitações previstas.

Preocupado com os problemas sociais está também o deputado UCID. Muito mais do que as questões ideológicas, António Monteiro quer que o Governo apresente as soluções que diz ter para os cabo-verdianos, principalmente para os mais vulneráveis.

Outro tema que marcou a interpelação ao Governo foi o das evacuações externas. O ministro da Saúde e da Segurança Social, Arlindo do Rosário, reconhece que se está perante um problema complexo e lembra que as verbas transferidas para os doentes não são atualizadas há vários anos.

Aos deputados, o ministro garantiu que as transferências serão atualizadas, com os beneficiados a receberem por um período de um mês a que têm direito e não apenas por 20 dias, como acontece atualmente. Os trabalhos continuam hoje.


MCSA - RCV


Comentários

Pesquisar






Publicidade