Notícias

Ministro da Cultura e Indústrias Criativas reacendeu a polémica com a Associação Sindical dos Jornalistas de Cabo Verde


Abraão Vicente - Ministro da Cultura e das Industrias Criativas
08 Mar 2017 Cultura


Em declarações à Agência Lusa, em Macau, Abraão Vicente garantiu que não interfere na produção jornalística e considerou irresponsável que se façam queixas a organizações internacionais de imprensa.


Abraão Vicente diz-se de consciência tranquila. Informou que vai ao Parlamento no dia 27 deste mês, para apresentar pela primeira vez a visão do Governo para o sector da comunicação social e que aí irá fazer os esclarecimentos que forem necessários aos deputados.

O ministro da Cultura negou que vai haver despedimentos na RTC, mas admite que haverá novas contratações.

Contactada pela RCV a Presidente da AJOC, Carla Lima, escusou, para já, fazer qualquer comentário antes das audiências com o Presidente da República e com a direcção do grupo parlamentar do MpD que vai acontecer amanhã.

A Presidente da AJOC já foi recebida em audiências separadas pelo Provedor de Justiça, António Espírito Santo Fonseca, e pela líder parlamentar do PAICV, Janira Hopffer Almada.

A AJOC acusa o ministro Abraão Vicente de querer instrumentalizar o sector público de comunicação social. Em causa estão posições de Abraão Vicente na sua página pessoal na rede social Facebook, onde se referiu à empresa Radiotelevisão Cabo-verdiana (RTC) como sendo parte integrante do seu ministério.


MCSA - RCV


Comentários

Pesquisar






Publicidade