Notícias

O antigo Primeiro-ministro José Maria Neves utilizou o facebook para comentar a resolução financeira do Novo Banco


José Maria Neves - Ex-Primeiro Ministro
16 Mar 2017 Economia


O ex-chefe do Governo cabo-verdiano afirma que se fosse hoje teria tomado a mesma decisão de criação do Novo Banco.


José Maria Neves começou por explicar que a criação do Novo Banco resultou da constatação, aquando de elaboração do III documento estratégico de crescimento e redução da pobreza, dos grandes constrangimentos no financiamento das micro e pequenas empresas e a exclusão de segmentos importantes da população do sistema financeiro, “assim, analisadas as alternativas, o Governo optou pela criação do Novo Banco, mobilizando os correios de Cabo Verde, o INPS, a IFH e o Banco português de gestão”, acrescenta José Maria Neves.

José Maria Neves alega que a preocupação era eminentemente social, no sentido de servir o bem comum, consolidando a sua política de coesão social com a criação de mais oportunidades de financiamento para micro e pequenas empresas e para os excluídos do sistema.

Depois, adianta, quando “foram detectadas insuficiências e elevados custos de gestão, o conselho de administração foi profundamente alterado e os custos de gestão substancialmente reduzidos. Mais tarde, em dois mil e quinze, face à persistência de insuficiências, o Banco Central impôs novas mudanças, designadamente nomeação de um novo conselho de administração, aprovado um business plan e decidida a recapitalização da empresa”.

“Os accionistas, nos termos legais, aprovaram, em Abril de 2016, por unanimidade, arecapitalização”. Desde a assunção deste novo Governo, que propõe no seu programa a criação de um banco idêntico, não houve seguimento das decisões anteriores, nem tomada de medidas alternativas, tendo decidido, agora, um ano depois, pela liquidação do Novo Banco.

O antigo chefe de Governo assume a responsabilidade politica por tudo o que se fez no país nos últimos quinze anos, e reafirma que hoje, com a experiência e os dados disponíveis, voltaria a criar o Novo Banco, mas limando as arestas e corrigindo alguns erros.
 
José Maria Neves diz que iria optar pela recentragem do Banco, pela sua recapitalização,protegendo os postos de trabalho e garantindo oportunidades de financiamento para micro e pequenas empresas e para os excluídos do sistema.

Contactado pela Rádio de Cabo Verde, ex-primeiro-ministro disse que por agora a sua reacção na rede social no facebook era a única que iria emitir, rementendo uma posição na comunicação social para uma outra oportunidade.


MCSA - RCV


Comentários

Pesquisar





Inquérito Online