Notícias

Países da África Subsaariana começam a receber fundos do maior pacote de financiamento do Banco Mundial


Jim Yong Kim - Presidente do Banco Mundial
27 Mar 2017 Economia


Os países da África Subsaariana, que incluem Cabo Verde, Angola, Moçambique e Guiné Equatorial, começam a receber fundos do maior pacote de financiamento do Banco Mundial, 53 mil milhões de euros, no início de Julho.


"As decisões para o próximo ano fiscal, que começa a 01 de Julho, estão a ser finalizadas neste momento. Os recursos serão atribuídos aos países com base no seu desempenho político e capacidade institucional de usar os recursos de uma forma que reduza a pobreza", explicou o Banco Mundial.

O pacote de financiamento, sob a forma de empréstimos sem juro, será aplicado nos próximos três anos e terá como destino projectos concretos.

A maior fatia virá da Associação Internacional de Desenvolvimento, (AID), o organismo do Banco Mundial que fornece empréstimos sem juros e subsídios aos países mais pobres, contando ainda com 8 mil milhões do sector privado e 4 mil milhões de outros organismos.

“Com este compromisso, vamos trabalhar com os nossos clientes para expandir substancialmente os programas em educação, serviços de saúde, água potável, serviços sanitários, agricultura, ambiente, infra-estrutura e reforma institucional", disse o Presidente do Banco Mundial, Jim Yong Kim.

Este financiamento vem juntar-se a um pacote de 50 mil milhões de dólares (equivalente a 46 mil milhões de euros) que já estão a ser distribuídos por 448 projectos em África.

No plano cessante, o Banco Mundial atribuiu a Cabo Verde 431 milhões, o país ainda aguarda a última fatia de 8 milhões.


MCSA - RCV


Comentários

Pesquisar






Publicidade