Notícias

Partidos políticos reagem aos dados divulgados pelo INE sobre o aumento do desemprego no país de 12,4 para 15,1 por cento


Instalações do Instituto Nacional de Estatisticas
03 Abr 2017 Economia


João Duarte, representante, esta semana, do MpD no programa Directo ao Ponto da RCV, disse que a dinâmica que vem sendo implementada na economia ainda não surtiu os efeitos desejados, mas acredita que num futuro muito próximo os cabo-verdianos vão sentir os resultados destas medidas.


O deputado e vice-presidente da UCID, João Santos Luís, entende que os dados do INE reflectem ao período de transição que o país viveu em 2016.

O deputado do PAICV José Manuel Sanches considera que o aumento da taxa de desemprego é um sinal da ineficácia das políticas e medidas do Governo em matéria de criação de emprego.

O ministro da Economia e Emprego, José Gonçalves, reage esta manhã aos dados divulgados na sexta-feira pelo Instituto Nacional de Estatistica. Segundo esses dados, em 2016 havia 36.955 desempregados (15,1%), contra 27.599 (12,4%) de 2015.

Entre os jovens, a faixa etária entre 20-24 anos registou uma taxa de desemprego de 38,1%, enquanto a faixa dos 25-29 anos atinge os 19,3%.

O aumento do desemprego é mais expressivo entre as mulheres (de 11,2% para 17,4%) e nos meios urbanos (de 14,2 para 16,9%).

A cidade da Praia regista a maior taxa de desemprego por localidades com 22,1% de desempregados.
Quando analisado o nível de instrução, é entre os licenciados e as pessoas com formação pós-secundário que o desemprego mais cresce, passando de 11,2 em 2015 para 20,7% em 2016. O país registou ainda uma taxa de subemprego na ordem dos 26,3 por cento.


MCSA - RCV


Comentários

Pesquisar






Publicidade