Notícias

Director do hospital Agostinho Neto admite a necessidade de se adquirir um novo aparelho de Tomografia Axial Computorizada (TAC


Júlio Andrade - Director do Hospital Agostinho Neto
10 Mai 2017 Sociedade


Segundo Júlio Andrade, que falava na sequência da visita efectuada ontem ao hospital pelos deputados do MpD, a solução da situação por que passa o hospital, com o equipamento de TAC a sofrer avarias frequentes, é a aquisição de um novo aparelho através do orçamento do Estado para 2018.


O director do hospital Agostinho Neto aproveitou para anunciar os desafios que a maior estrutura sanitária do país tem pela frente e que passa, nomeadamente pela melhoria da prestação de uma assistência médica diferenciada, visando a sua transformação num hospital de referência nacional.

Para isso, considera ser necessário apostar no investimento em áreas como recursos humanos com a formação contínua e especializada, na melhoria da organização e funcionamento organizacional, melhoria das instalações e tecnologias para se poder dar uma resposta cabal às demandas.

Em termos de constrangimentos a serem ultrapassados de imediato, Júlio Andrade aponta a necessidade de melhorar os serviços de atendimento geral no banco de urgências, na central de consultas, enquanto factores que, a seu ver, têm vindo a dificultar o funcionamento dos serviços.

Em relação ao corpo clínico, disse ser necessário o reforço do pessoal médico, de enfermagem, e de outros técnicos nas mais diversas áreas.

Contudo, reconhece se tratar de todo um processo a evoluir paulatinamente, no quadro de uma visão nacional, de modo a encontrar-se um equilíbrio para todo o país.

Lembrou, por outro lado, que quando se pensa em respostas no sentido de diminuir as evacuações e apostar futuramente no turismo de saúde, “há que dar mais segurança às pessoas”, e por isso uma atenção especial em cuidados diferenciados, obrigatoriamente no hospital Agostinho Neto, na
cidade da Praia.


MCSA - RCV


Comentários

Pesquisar






Publicidade