Notícias

Cabo Verde poderá servir de plataforma a Angola ajudando-a a alcançar os mercados da CEDEAO


Ana Barber - Presidente do conselho de administração da Cabo Verde Trade Invest
21 Jun 2017 Economia


A Presidente da Cabo Verde TradeInvest apontou hoje o que diz ser o sucesso de empresas cabo-verdianas com capitais angolanos, para enfatizar a necessidade de os dois países estabelecerem parcerias, visando o reforço de investimentos mútuos.


Um reforço que só será prático e menos dispendioso economicamente caso, sublinha Ana Barber, Cabo Verde e Angola optem pelo estabelecimento  de uma parceria.

Ana Barber lembrou também que Cabo Verde poderá servir de plataforma a Angola, ajudando-a a  alcançar os mercados da CEDEAO.

Ideias que vão ao encontro daquilo que a Agência para a Promoção de Investimentos e Exportações de Angola definiu como uma das prioridades.

Luanda, refere o responsável dessa Agência, Belarmino Van-Dúnem, vê Cabo Verde como uma plataforma transcontinental, pensando nos mercados da América e da Europa.

Ideias de Negócios analisadas entre a Cabo Verde TradeInvest e a Agência para a Promoção de Investimentos de Angola.

Nesse encontro também ficou assente que os dois organismos de promoção de investimentos assinem, ainda este ano, um acordo de parceria.


MCSA - RCV


Comentários

Pesquisar






Publicidade