Notícias

China poderá vir a cooperar com Cabo Verde na preservação dos sítios históricos


Cidade Velha, Património da Humanidade
22 Jun 2017 Cultura

Os responsáveis do Museu de Mercado Oeste, da Província chinesa de Shaanxi, que desempenhou um papel importante no inicio da Rota da Seda, quer cooperar com Cabo Verde nas áreas de recuperação e preservação do património histórico cultural do arquipélago.


Este desejo foi manifestado durante uma visita da delegação cabo-verdiana de profissionais da Comunicação social àquele sitio histórico.
 
A história do agora Centro Comercial e Museu de Mercado Oeste da dinastia Tang retrata, através dos achados, o papel que aquele sítio desempenhou no inicio da Rota da Seda à cerca de 1400 anos, demonstrando as relações comerciais entre a China e os países da zona oeste.
 
Aquele património da Rota da Seda é explorado por um grupo privado e foi catalogado pelo Governo Chinês como a segunda ordem dos sítios históricos mais visitado. Chafun, responsável pela área de comunicação do Museu de Mercado, da província chinesa de Shaanxi mostrou abertura, em cooperar com Cabo Verde no que concerne a conservação e recuperação dos sítios históricos.

Já a diretora do Museu de Mercado Oeste da dinastia Tang, da província de Shaanxi quer começar esse relacionamento com Cabo Verde, via Cidade Velha - património mundial.
 
O Museu de Mercado Oeste da dinastia Tang descreve o início da história da Rota da Seda, nomeadamente as trocas comerciais entre a China e mais de cem países da região Oeste. O sítio histórico gerido por privados foi aberto em 2010, estão expostos mais de 200 mil peças e anualmente é visitado por mais de 700 mil turistas.


MCSA - RCV


Relacionados

Comentários

Pesquisar






Publicidade