Notícias

Centro pós-colheita do Porto Novo já exportou cerca de 500 toneladas de produtos para o Sal e Boavista


Centro de Expurgo do Porto Novo Santo Antão
25 Jul 2017 Economia


O Centro de Inspecção de produtos Pós-colheita do Porto Novo já exportou desde a sua entrada em funcionamento em 2013 até hoje cerca de 500 toneladas de produtos agrícolas de Santo Antão para os mercados do Sal e da Boavista.

 
No entanto as limitações em termos de transportes inter-ilhas e o próprio embargo imposto aos produtos da ilha das montanhas têm dificultado o escoamento para as restantes ilhas. Semanalmente são exportados cerca de sete mil quilos de produtos inspeccionados para as ilhas do Sal e da Boavista.

A Unidade de Tratamento e inspecção de produtos agrícola do Porto Novo financiada pela União Europeia foi inaugurada em 2010 e só entrou em funcionamento cerca de três anos depois. Dessa data até aqui o centro pós-colheita já enviou para as ilhas do Sal e da Boavista perto de 500 mil quilos de produtos agrícolas provenientes do interior do Porto Novo.

O Centro funciona com nove pessoas entre o coordenador, inspector de produtos, serviços gerais e entre outros. Está devidamente equipado com câmaras de refrigeração modernas, mas segundo o responsável não funcionam devido aos condicionalismos ligados a falta de transporte marítimo que não permite manter uma cadeia de frio até o destino final do produto.

Os produtos que dão entrada no centro de expurgo são adquiridos pelos rabidantes directamente dos agricultores e pagam uma taxa de dois escudos e cinquenta por cada quilo de produto inspeccionado.


MCSA - RCV


Comentários

Pesquisar






Publicidade