Notícias

ARFA confirma a importação em Junho de ovos provenientes da Bélgica


Djamila Reis - Presidente da Agência de Regulação e Supervisão dos Produtos Farmacêuticos e Alimentares
12 Set 2017 Sociedade


Segundo a Agência de Regulação e Supervisão dos Produtos Farmacêuticos e Alimentares, ARFA, esse produto já não se encontrava no mercado desde o mês de Agosto.


Cabo Verde passou a integrar o rol de 11 países que receberam ovos ou subprodutos contaminados com insecticida fipronil, não permitido na cadeia alimentar, de acordo com a versão mais recente da lista divulgada ontem, pela União Europeia.

A ARFA informou, em comunicado, que recebeu na sexta-feira o alerta oficial do Sistema de Alerta Rápido para os Géneros Alimentícios e Alimentos para Animais da União Europeia, adiantando ter começado a investigar logo após ter sido dado o alerta da existência de ovos contaminados em alguns países da União Europeia, no início de Agosto.

"Da rastreabilidade efectuada no início de Agosto, foi confirmado que uma firma comercial importou em Junho de 2017 ovos provenientes da Bélgica e foi averiguado que este produto já não se encontrava disponível para venda no mercado nacional", acrescenta a ARFA.


MCSA - RCV


Comentários

Pesquisar





Inquérito Online