Notícias

Primeiro-ministro sobe à tribuna da Organização das Nações Unidas por volta das 15H de Cabo Verde


22 Set 2017 Política


Ulisses Correia e Silva vai falar ao mundo no quadro da Assembleia-geral da organização, que decorre em Nova York.


No seu discurso, Ulisses Correia e Silva vai reafirmar o compromisso de trabalhar em prol do desenvolvimento das pessoas, apoiar as reformas na ONU e juntar a voz de Cabo Verde às atuais preocupações internacionais, nomeadamente em relação às consequências das alterações climáticas, como adiantou à RCV.

Nos últimos dias o Primeiro-ministro tem se reunido, a vários níveis, com representantes de países presentes. Ao nível da CPLP um dos assuntos que mereceu atenção foi a questão da mobilidade e livre circulação, um dos pontos da agenda da presidência a ser assumida por Cabo Verde em 2018.

No Domingo, o Primeiro-ministro fará parte da assinatura, em Whashington, do acordo que define o estatuto dos militares norte-americanos em solo Cabo-verdiano, por ocasião dos exercícios militares previstos para o próximo ano.
 
De realçar que, em Nova York, na sede das Nações Unidas, onde se encontra o Primeiro-ministro, Cabo Verde assinou o Tratado de Proibição de Armas Nucleares. O documento foi assinado pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, Luís Filipe Tavares, numa cerimónia presidida pelo Secretário-Geral das Nações Unidas, António Guterres.

Na mesma cerimónia, foi também depositada, no Secretariado Geral da ONU, a Carta de ratificação do Tratado de Paris sobre Mudanças Climáticas, recentemente ratificada pelo chefe de Estado, Jorge Carlos Fonseca.


MCSA - RCV


Comentários

Pesquisar






Publicidade