Notícias

Assinala-se hoje o Dia Nacional da Cultura em homenagem a Eugénio Tavares o poeta bravense que nasceu a 18 de Outubro de 1867


Eugénio Tavares - Poeta, Escritor, Compositor, Jornalista
18 Out 2017 Cultura


Este ano comemoram-se os 150 anos do nascimento de Eugénio Tavares que também era jornalista, escritor, compositor e político.


O Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas assinala este dia com o lema “Cultura no coração das ilhas”. Desde quinta-feira passada, 12 de outubro, um leque variado de atividades está a marcar esta efeméride.

Hoje o Governo vai atribuir Medalhas de Mérito Cultural de primeiro e segundo grau a uma geração de artistas e criadores que contribuíram para o reconhecimento do país a nível nacional e internacional. Serão trinta e uma as individualidades e grupos em diversas áreas a ser galardoadas.

A medalha de primeiro grau será atribuída aos artistas plásticos e pintores, Abraham Levy Lima, Luísa Queirós (a titulo póstumo), David Levy Lima, Manuel Figueira, KiKi Lima, Joana Pinto e Bela Duarte.

Os escritores Arménio Vieira e Oswaldo Osório, o linguista, escritor e ex-ministro da Cultura, Manuel Veiga também vão ser distinguidos.

Na música: Armando Tito, Humberto Bettencourt Santos (Humbertona), Toy Vieira, Miri Lobo, Jorge Humberto e Teófilo Chantre, Mário Lúcio de Sousa, e os agrupamentos musicais: Voz de Cabo Verde, os Tubarões, Bulimundo e Cabo Verde Show.

As medalhas de segundo grau vão ser atribuídos aos músicos e cantores Gardénia Benrós, Teté Alhinho, Terezinha Araújo, Leonel Almeida, Maria Alice, Sara Tavares, Carmem Souza, Voginha, Manel di Candinho e a dançarina e coreografa Marlene Monteiro Freitas.

Como pontos altos da celebração destacam-se a assinatura do protocolo com 27 escolas da ilha de Santiago, beneficiárias do programa Bolsa de Acesso à Cultura (BA-Cultura) para permitir a inclusão social de 788 crianças, através da arte; o “Colóquio – vida e Obra de Eugénio Tavares”, “Conversa aberta com os alunos sobre o dia da cultura e seu patrono Eugénio Tavares”, a exposição “Mar e Morna” em São Vicente, o primeiro encontro de contadores de estórias e sessão de estórias e a exposição “Numismática e Notafilia: História e Cultura de Cabo Verde”.


MCSA - RCV


Comentários

Pesquisar






Publicidade