Notícias

"Não há como negar o impacto das novas tecnologias na construção de um discurso interactivo em torno da literatura"


VII encontro de escritores de Língua Portuguesa
27 Out 2017 Cultura


Este é um dos aspectos destacados no arranque do VII encontro de escritores de Língua Portuguesa a decorrer na Praia em que o Presidente da Câmara, anfitriã do evento, não deixou de frisar a ambição praiense de se posicionar como um lugar privilegiado para os grandes eventos culturais.


O encontro de escritores de língua Portuguesa versando o tema à margem da literatura servirá certamente o encontrar de novas formas engenhosas de promover o livro, frisou a margem do encontro o secretario geral da União de Cidades Capitais de Lingua Portuguesa, UCCLA.

Mais de duas dezenas de escritores, cineastas, jornalistas e agentes culturais da comunidade de Países de Lingua Portuguesa foram convidados a participar neste sétimo encontro de organizado pela UCCLA, e que é o segundo a ter lugar na capital cabo-verdiana.

Frisando a literatura como um fator de união entre os países, e a existência de figuras de relevo em todos eles, o secretario geral da União de cidades Capitais de Língua Portuguesa realça a literatura cabo-verdiana como incontornável.

Além de estimular o dialogo e cooperação entre os agentes culturais de diferentes cidades falantes do Português o encontro que arrancou na Praia vai certamente na perspetiva do edil Óscar Santos estabelecer uma sintonia entre a literatura e o aperfeiçoamento de outras formas de comunicar.

Para Óscar Santos existe também um desafio de continuar a organizar no futuro outras edições do encontro de escritores e anualmente na capital, e que é visto com bons olhos pelo Secretário Geral da UCCLA. Nesta edição, entende Vitor Ramalho a presença de pessoas com larga experiencia nos domínios do cinema, de comunicação, vai propiciar outras formas de promover o livro.


MCSA - RCV


Comentários

Pesquisar






Publicidade