Notícias

Bornefonden termina a sua missão em Cabo Verde no próximo mês de Dezembro


14 Nov 2017 Sociedade


O ato formal de despedida aconteceu na Praia, com a responsável do departamento de programa a fazer o balanço das ações desenvolvidas pela organização não-governamental dinamarquesa ao longo dos 28 anos em que permaneceu em Cabo Verde.


Ações que deixaram marcas sobretudo nos domínios da Educação e da Saúde, conforme realçou Maria do Livramento Silva.

Outras atividades foram também apoiadas pela organização, para, explica Maria do Livramento Silva, proporcionar às famílias a geração de rendimentos que lhes permitissem  manter os filhos na escola.

Em nome do Governo, a ministra da Educação, Família e Inclusão Social enalteceu a contribuição da Bornefonden no desenvolvimento de Cabo Verde, nas áreas da Saúde e da Educação.

Os 28 anos em que a organização esteve no País são, para a Maritza Rosabal, uma lição de vida e uma aprendizagem.

O fato de Cabo Verde ascender à categoria de País de Desenvolvimento Médio é uma das razões que ditaram a saída da organização, a que se junta também a circunstância de o tempo máximo de permanência num país ser de 20 anos. Só que Cabo Verde foi uma excepção à regra, tendo aqui permanecido 28 anos.


MCSA - RCV


Comentários

Pesquisar






Publicidade