Azeite falso pode estar já à venda em Cabo Verde

18 Janeiro de 2024

A+ A-

Azeite falso pode estar já à venda em Cabo Verde. O Diretor Geral da IGAE, Inspeção Geral da Atividade Económica, garantiu à RCV que a instituição se prepara para desencadear um processo de averiguação. 

O alerta veio de longe, da Europol que denunciou a venda de azeite falso como prática comum, a preensão de 260 mil litros de produtos falsificados em Espanha e Itália e fiscalização em restaurantes. 

A IGAE foi chama atenção pela congénere portuguesa, segundo  o Inspetor-geral, Paulo Monteiro. 

Ate o momento não se sabe ao certo o tipo, marca e a origem do azeite que está a ser adulterado. Para isso, a IGAE vai desencadear um processo de averiguação, com a apoio de outras entidades nacionais, como a Emprofac.  

Paulo Monteiro diz ter informações de que o azeite adulterado não constitui riscos para saúde. 

Informações avançadas pela Euronews dão conta o processo de adulteração apanhou o Azeite Extra Virgem a que te sido utilizado óleo de sementes insípidos, mais baratos o que reduz a qualidade do produto. 

Até conhecer resultado da inspeção da IGAE ao comprar azeite virgem extra ou outro qualquer, certifique-se de que a embalagem traz informações relativas à data e local de colheita. 

Ouça, em baixo, a reportagem completa com jornalista Levi Salomão

Pode Interessar

Videos que pode Interessar

Audios que pode Interessar