Cabo Verde e Instituto Camões assinam memorando de entendimento visando a entrega de duas embarcações semirrígidas à Guarda Costeira

13 Julho de 2022

A+ A-

Cabo Verde e Instituto Camões assinam memorando de entendimento visando a entrega de duas embarcações semirrígidas à Guarda Costeira bem como equipamentos forenses para o combate ao crime em alto-mar. Isto, no quadro do programa SWAIMS financiado pela União Europeia através do Instituto Camões.

Com a assinatura deste memorando de entendimento o Diretor Nacional de Defesa Tenente Coronel Domingos Correia e o Presidente do Instituto Camões João Ribeiro Almeida estabelecem, assim, os compromissos para a entrega e utilização de duas embarcações semirrígidas para a Guarda Costeira bem como de equipamentos forenses para combater os ilícitos em alto-mar. Material que irá contribuir para o reforço da segurança marítima. Isto, no quadro de uma das componentes do programa SWAIMS, sigla em inglês que significa apoio à Estratégia Marítima Integrada da África Ocidental. 

O referido programa é financiado pela União Europeia mas a componente ora em curso foi atribuída ao Instituto Camões através da modalidade de cooperação delegada. Beneficia os 12 países costeiros da CEDEAO, conforme sublinha a Embaixadora da União Europeia em Cabo Verde, Carla Grijó.

O programa SWAIMS foi lançado em 2019 com um montante de financiamento total de mais de 25 milhões de euros mas a componente agora em execução desde 2020 tem um orçamento de 12 milhões de euros com uma duração prevista de 45 meses. Tanto o Diretor de Defesa Nacional como o Presidente do Instituto Camões elogiam a abrangência do referido programa.

A Conselheira jurídica da CEDEAO, Kelly Lopes relembrou que os ilícitos no mar contribuem para a fragilização dos Estados membros da organização, afetando muito mais os estados costeiros. 

Pode Interessar

Videos que pode Interessar