Cabo Verde recebe 64 mil doses de vacina do governo dos Estados Unidos da América

07 de dezembro de 2021

A+ A-

Cabo Verde deve começar a vacinar crianças a partir dos 12 anos de idade contra a Covid-9 ainda em meados deste mês, antes das férias escolares deste primeiro trimestre.

A perspetiva é do Primeiro-ministro, depois de receber, ao inícioo desta tarde, perto de 65 mil doses de vacinas da Pfizer, doadas pelo governo dos Estados Unidos da América.

Ulisses Correia e Siva acredita que o alargamento da vacinação às crianças e adolescentes vai reforçar o controle de casos nas escolas, prevenindo situações como a que levou ao encerramento temporário da Escola Portuguesa de Cabo Verde na Praia.

O chefe do Governo lembra que não basta adquirir vacinas, mas é preciso vacinar-se, como forma de prevenir o agravamento de casos.

Presente no ato, o embaixador dos Estados Unidos, Jeff Daigle, enquadra a nova doação no esforço global do seu país para combater a pandemia de Covid-19, no que, considera, Cabo Verde tem sido um modelo para o mundo.

Esta doação dos Estados Unidos, que prevê a chegada de mais dois lotes de vacinas nos próximos dias 10 e 12, para um total de 200 mil doses da Pfizer, chega em estreita coordenação com a União Africa, o CDC África e o COVAX.

Fazem, ainda, parte deste programa de assistência a Cabo Verde 700 mil dólares para apoiar a campanha de vacinação, através da UNICEF e um milhão e meio de dólares para ajudar as empresas neste contexto de retoma.

[Áudio de entrevista ao Primeiro-ministro, infra]

 

Relacionados:

Vacinação dos 60 mil adolescentes dos 12 aos 17 anos começa nas escolas antes das férias de Natal

Delegada de Saúde diz que não há necessidade de se fazer o teste para a retoma das aulas

10 casos resultantes de 633 análises feitas

Artigos Relacionados

Programação

Mais Acedidos

Últimos Vídeos

Últimos Áudios