Evacuações médicas para Portugal aumentaram 10,5 por cento no primeiro semestre de 2022

22 de agosto de 2022

A+ A-

Os custos do Instituto Nacional de Previdência Social (INPS) com evacuações médicas para Portugal aumentaram 10,5 por cento no primeiro trimestre do corrente ano, de acordo com um relatório da instituição agora divulgado.

Segundo o documento do INPS, o custo global com o transporte e estadia de doentes em evacuações médicas entre Cabo Verde e Portugal ascendeu a 210,8 milhões de escudos, um aumento de 23 por cento face ao mesmo período de 2021.

O governo já anunciou que pretende reduzir as necessidades de evacuações médicas para Portugal com a construção de um hospital nacional cuja construção o executivo conta iniciar ainda este ano.

De acordo com o INPS Cabo Verde enviou para tratamento em Portugal, em 2021, um total de 249 doentes, significando um aumento de 11,2 por cento face a 2020, sendo que as especialidades mais solicitadas para essas evacuações médicas foram oncologia, cardiologia, neurocirurgia e oftalmologia.

Programação

Mais Acedidos

Últimos Vídeos

Últimos Áudios