Familiares do recruta Davidson da Silva Barros falecido em outubro vão processar o Estado de Cabo Verde

26 Janeiro de 2024

A+ A-

Os familiares do recruta Davidson da Silva Barros falecido em outubro do ano passado em Mindelo vão processar o Estado de Cabo Verde, por negligência. 

Em declarações à RCV, o advogado da família, Joãozinho Andrade, alega que os familiares do recruta estão insatisfeitos com o inquérito realizado pelas Forças Armadas para determinar as causas da morte.

O representante dos pais do soldado avança que a família de Davidson da Silva Barros acredita que houve negligência por parte das Forças Armadas e por essa razão esse processo contra o Estado de Cabo Verde.

O recruta de 20 anos faleceu em outubro do ano passado no Hospital Baptista de Sousa, no Mindelo, após se sentir maldisposto no final de uma marcha administrativa, conforme avançou o oficial de Informação e Relações Públicas das Forças Armadas.

O Davidson da Silva Barros era natural da localidade de Queimada, ilha do Fogo.

Ouça, em baixo, a reportagem completa com jornalista Óscar Monteiro

Pode Interessar

Videos que pode Interessar