Grupo de Professores de Cabo Verde reúne docentes de todo o país para demonstrar descontentamento com a situação da classe

05 Outubro de 2023

A+ A-

Grupo de Professores de Cabo Verde reúne docentes de todo o país, num encontro para demostrarem a sua insatisfação pela forma como os professores tem sido tratados pelo Governo. Apelam mais empatia dos governantes e que no Orçamento de Estado para 2024, a classe seja melhor compensada

Por todo mundo celebra-se hoje o Dia Internacional do Professor. Seria uma data para ser comemorada, mas a classe docente cabo-verdiana garante que não têm motivos para celebrar a efeméride. São várias as pendências e os constrangimentos enfrentados pelos professores, que neste dia, dizem -se obrigados a saírem às ruas para demostrar os seus descontentamentos com a forma como os professores de todo o país vêm sendo tratado pelo Governo.

Decepcionados com o rumo do debate parlamentar, sobre o setor da educação, discutido ontem no Parlamento, o Grupo de Professores de Cabo Verde espera mais empatia dos governantes para resolver as pendências da classe, mas para sobretudo, incluir no Orçamento do Estado para 2024, verbas para uma nova grelha salarial e para promoção de todos os professores, de acordo com o estatuto da carreira docente.

Outras reivindicações da classe docente prendem-se com o não pagamento dos subsídios pela não redução da carga horária, atrasados nas reclassificações, transição na carreira e a não promoção automática para docentes que vão para a reforma. Toda essa luta será suportada pelos sindicatos dos professores de todo o país, que também estão agastados com toda a situação.

O encontro do Grupo de Professores de Cabo Verde acontece a nível nacional e esses docentes garantem que se a situação da classe não for resolvida, novas formas de lutas serão anunciadas.

Pode Interessar

Videos que pode Interessar

Audios que pode Interessar