HAN. Unidade de Tratamento Intensivo-Neonatal comemora 10 anos com o I Congresso Nacional de Neonatologia

17 Maio de 2023

A+ A-

A taxa de mortalidade neonatal em Cabo Verde diminuiu consideravelmente com a criação, há 10 anos, do Serviço de neonatologia do Hospital Agostinho Neto. Serviço que, ainda, enfrenta alguns desafios, nomeadamente de recursos humanos. Informações avançadas no primeiro Congresso Nacional de neonatologia do Hospital Agostinho Neto, realizado esta quarta-feira, na cidade da Praia, sob o lema "Impacto do serviço na diminuição da mortalidade infantil em CV".

A UTI, Unidade de Tratamento Intensivo-Neonatal do Hospital Central da praia está a comemorar 10 anos de criação. Um percurso com ganhos assinaláveis, mas também com desafios. Criada em 2013 A UTI Neonatal ajudou a atingir os objetivos de desenvolvimento Sustentável ao reduzir, em 2018, a taxa de mortalidade infantil para 12,5 por mil, uma meta prevista para 2021. Atualmente, esta taxa situa-se em 10,5%.

Os desafios, hoje em dia prendem-se sobretudo com a sobrecarga horária devido ao reduzido número de especialistas.

O Primeiro Congresso Nacional de Neonatologia reúne médicos, enfermeiros e técnicos de todo o país para debater vários temas com vista a melhorar os cuidados prestados aos recém-nascidos, e acontece num momento em que o Hospital Baptista de Sousa em São Vicente enfrenta alguns questionamentos com a morte de seis recém-nascidos, só neste mês de Maio.

Pode Interessar

Programação

Mais Acedidos

Últimos Vídeos

Últimos Áudios

Videos que pode Interessar