Joana Rosa: Tráfico de pessoas é uma situação de difícil solução

15 de maro de 2022

A+ A-

Instituições nacionais e especialistas estrangeiros analisam a problemática do tráfico de pessoas em Cabo Verde.

Durante três dias, vão estar em pauta o balanço do primeiro plano nacional contra o tráfico de pessoas e a análise do segundo plano com os reajustes necessários, para combater este crime que preocupa todos os países.

O encontro é uma concertação dos vários agentes no terreno que lidam com a problemática do tráfico de pessoas em Cabo Verde, sob a coordenação do Ministério da Justiça.

Na sequência do primeiro plano nacional contra o tráfico de pessoas, as autoridades fizeram várias recomendações em forma de manual com procedimentos a seguir para se evitar possíveis casos de tráfico humano. A ministra da Justiça reconhece e destaca que em 2019 aprovou-se o Plano Nacional Contra o Tráfico de Pessoas, o que mostra a vontade do país no combate a esta problemática.

O segundo plano nacional contra o tráfico de pessoas vai dar um passo em frente, com a colaboração de peritos nacionais e cooperação internacional. Joana Rosa diz que, de todo o modo, o governo está ciente em como é preciso encontrar mecanismos para trabalhar na prevenção e desvendar os casos de desaparecimento de pessoas que tem acontecido em Cabo Verde.

O objectivo é reforçar a capacidade institucional do Observatório de Monitorização e Identificação Rápida de situações de tráfico de pessoas, criado em 2018.

 

RTC Online, com a RCV

- Ministério da Justiça aconselha a sociedade a estar atenta.

--

Programação

Mais Acedidos

Últimos Vídeos

Últimos Áudios