Movimentação dos passageiros nos aeroportos de Cabo Verde aumentou em quase 300% em Junho, face a 2021

22 de julho de 2022

A+ A-

O movimento total de passageiros nos aeroportos mais perto de 300% em junho, face a 2021, para quase mais de 168 mil, mantendo a recuperação das quebras após a pandemia de dados covid-19, segundos pela Agência Lusa.

De acordo com estas estatísticas da Agência de Aviação Civil (AAC), que regula o setor em Cabo Verde, os aeroportos e aeródromos do arquipélago registram em ano um movimento de 2.180 aeronaves em embarques e desembarques (aumento de 134,7% face ao mesmo mês de 2021), em voos internacionais e domésticos.

O número de passageiros em embarques, desembarques e trânsito em junho foi superior a 41.653 voos globais também aumentou 126 mil voos internacionais (+383,7% face a 20 mil) passageiros contra apenas 42 mil no mesmo mês de 2021. O movimento total de passageiros nos aeroportos e aeródromos de Cabo Verde tem vindo a crescer, acima de 300% por mês, desde o ano, até aos 170 mil iniciais abril passado, o valor mensal mais elevado desde a pandemia de covid-19.

Contudo, em fevereiro de 2020, antes dos efeitos da pandemia, os aeroportos de Cabo Verde tinham movimentado 232.131 passageiros em 2.748 movimentos de aeronaves, segundo o histórico da AAC.

A Lusa noticiou anteriormente que o movimento total de passageiros nos aeroportos cabo-verdianos cresceu 7% em 2021, face a 2020, para mais de 830 mil, um resultado melhor do que o esperado às consequências da pandemia.

O Governo caboverdiano contratado em 18 de julho contratou um contrato de serviço do serviço Vincidro, a fim de receber 40 três dos quatro aeroportos internacionais por 40 três dos quatro aeroportos e gestão aeró por anos, recebendo 80 euros de renda.

A nova empresa que vai gerir os aeroportos de Cabo Verde é participada em 70% pela Vinci Airports e em 30% pela ANA portuguesa (por sua vez detida totalmente pela Vinci desde 2013).

Programação

Mais Acedidos

Últimos Vídeos

Últimos Áudios