Novo líder parlamentar do MPD apela ao diálogo e à busca de consensos na resolução dos problemas do país

13 de outubro de 2022

A+ A-

O novo líder parlamentar do Movimento para a Democracia (MpD, partido que sustenta o Governo) defendeu hoje, no parlamento, a necessidade de os deputados e restantes actores políticos cabo-verdianos adoptarem uma nova postura de actuação, visando a busca de consensos para a resolução dos inúmeros problemas resultantes das crises que Cabo Verde atravessa.

Numa declaração política feita no início da sessão plenária de hoje, Paulo Veiga referiu-se aos problemas económicos e sociais que derivam da seca prolongada e das crises energética e dos preços dos produtos de primeira necessidade, além dos efeitos, que ainda se fazem sentir, da pandemia de Covid-19.

O Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV, oposição) e a União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID, oposição) saudaram a declaração de boa vontade do novo líder do MpD, apelando à superação de quezílias partidárias, ao respeito mútuo entre os actores políticos e à priorização, de facto, dos superiores interesses da nação.

Em resposta ao discurso de Paulo Veiga, o presidente da bancada do PAICV saudou as boas-intenções manifestadas, mas indicou que quer ver para crer se existe uma alteração genuína e mais transparência da postura do MpD no parlamento, defendendo ter sido sempre essa a bandeira do maior partido da oposição.

A UCID, por seu lado, considerou que as declarações do líder da bancada maioritária no parlamento é uma oportunidade única de se avançar para uma prática de diálogo, e pediu uma postura de humildade a todos os actores políticos, em nome dos superiores interesses da nação cabo-verdiana.