Primeiro-ministro de Cabo Verde pede aos jovens para não emigrarem

08 de setembro de 2022

A+ A-

O Primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, afirmou esta quarta-feira que o Governo está a abrir espaço para o crescimento da ilha do Maio, criando oportunidades para os jovens ficarem na ilha. 

Ulisses Correia e Silva garante que não há motivos para emigração por falta de oportunidades, apesar da crise, e que os investimentos, como a modernização do porto na ilha do Maio, permitem fixar os jovens cabo-verdianos.

Ao intervir na inauguração da obra de reabilitação do porto da cidade de Porto Inglês, na ilha do Maio, uma das maiores empreitadas públicas em curso no país, no valor de 36 milhões de euros, o chefe do Governo afirmou que não há motivos para emigração por falta de oportunidades, apesar da crise, e que investimentos como a expansão do porto na ilha do Maio permitem fixar os jovens.

O Primeiro-ministro reconheceu os impactos das crises provocadas pelos sucessivos anos de seca, da pandemia de Covid-19 e agora pela subida de preços devido à guerra na Ucrânia, mas desafiou os caboverdianos a serem resilientes e que o Governo tudo fará para ultrapassar esses desafios e retomar o caminho do desenvolvimento em que o país se encontrava.

Artigos Relacionados

Programação

Mais Acedidos

Últimos Vídeos

Últimos Áudios