Produto Interno Bruto aumentou 7,0% no ano 2021

25 Janeiro de 2024

A+ A-

No ano de 2021, o PIB registou uma variação homóloga positiva de 7,0%, em termos reais, taxa superior em 27,8 pontos percentuais (p.p.) à verificada no ano de 2020.

A análise do PIB feita na ótica da procura, mostra que as despesas do consumo final das famílias e da administração pública tiveram, ambas, variações em volume de +10,0%, e as das Instituições Sem Fins Lucrativos (ISFL), +17,1%.

O Investimento registou uma variação positiva, de 2,4%, em volume (+0,1% no ano de 2020). As exportações registaram uma diminuição de 2,9% em 2021 (+53,6 p.p. face à taxa de 2020) e as importações evoluíram positivamente, traduzindo-se num aumento de 5,4% (+30,6 p.p. face à verificada em 2020).

Segundo a análise do PIB na ótica da produção, as atividades que mais contribuíram para a variação total do PIB (+7,0%) foram o comércio (+0,9 p.p.), transporte (+3,4 p.p.), educação (+1,0 p.p.) e saúde (+0,7 p.p.).

Em termos globais, o setor primário teve uma queda de 7,1% e no setor secundário, embora tenha registado uma variação negativa de 1,8%, a taxa foi superior em 15,9 p.p. face à verificada em 2020. O setor terciário evoluiu positivamente, registando um aumento de 10,3%, comparativamente ao ano de 2020.

A variação positiva no setor terciário explica-se, fundamentalmente, ao aumento do VAB nas atividades de comércio (+8,9%), de transporte (+46,5%), educação (+17,7%) e saúde (+25,8%).

O valor acrescentado bruto (VAB), em 2021, aumentou 7,0%, o que representa uma evolução positiva de 28,3 p.p. face ao verificado no ano anterior.

Por sua vez, os impostos líquidos de subsídios sobre os produtos, em termos reais, apresentaram uma variação de +7,3% em 2021, contribuindo em 1,0 p.p para a variação total do PIB.

Pode Interessar

Videos que pode Interessar

Audios que pode Interessar