Sindicatos dos professores entregam pré-aviso de greve e anunciam paralisação das aulas

08 Novembro de 2023

A+ A-

Os Sindicatos dos Professores entregaram, está quarta-feira, o pré-aviso de greve, anunciando a paralização das aulas nos dias 22 e 23 de novembro. O documento entregue ao Ministério da Educação foi assinado por três sindicatos, SINDEP, Sindprof e Siprofis, que quer ver as reivindicações e as pendências dos professores resolvidas.

O aviso é de paralização total das aulas, em todo país, caso as reivindicações da classe dos docentes não forem resolvidas ou pelo menos um entendimento entre os professores e o Governo.

A greve está marcada para os dias 22 e 23 de novembro e das exigências, os sindicatos destacam a atualização salarial, equiparação com outras classes profissionais e reposição do poder de compra para os docentes, que segundo dizem estão desde 2016 nesta luta.

Os sindicatos tinham proposto um aumento salarial na ordem dos 35%, mas este valor está aberto a discussões, para seja estipulado um valor justo e digno para os professores. Os representantes da classe já têm reuniões agendadas para finalizar e apresentar o caderno de reivindicações, e uma das quais não abrem mão é atualização salarial para pelo menos janeiro de 2024.

Apesar das várias promessas do governo, de que as pendências poderão estar resolvidas em 2024, incluindo atualização salarial, os sindicatos dos professores exigem a assinatura de um memorando de entendimento especificando claramente as intenções do Governo.

O pré-aviso de greve entregue esta quarta-feira ao ministério da educação foi rubricado por três sindicatos com cobertura nacional, o SINDEP, Sindprof e Siprofis. Os sindicatos asseguram que se durante as duas próximas semanas nenhum acordo foi estabelecido entre a classe e o Governo, a greve fica marcada para os dias 22 e 23 de novembro.

Pode Interessar

Programação

Mais Acedidos

Últimos Vídeos

Últimos Áudios

Videos que pode Interessar

Audios que pode Interessar