Escola de Oncologia dos PALOP está a nascer

03 de fevereiro de 2021

A+ A-

A Diretora do Serviço de Oncologia do Hospital Agostinho Neto, Hirondina Borges, confirma que uma Escola de Oncologia dos países africanos de língua portuguesa está a nascer. O projeto é apresentado hoje na Conferência Internacional sobre os “Cuidados oncológicos para a cobertura Universal de Saúde”.

O Dia Internacional do Cancro é assinalado este ano sob o lema “Eu sou, Eu vou”. Uma data para refletir sobre os cuidados prestados aos pacientes com o cancro, quer seja da mama, do útero ou da próstata.

É, neste sentido, explica a Diretora do Serviço de Oncologia do Hospital Agostinho Neto, Hirondina Borges, que vão estar sobre a mesa vários temas importantes tendo em conta a prevalência e a incidência desses tipos de cancro. 

A expectativa, diz a Oncologista Hirondina Borges, é recolher subsídios para a Escola de Oncologia dos países de língua portuguesa e criar parcerias, para além da partilha de conhecimentos. A Escola de Oncologia dos PALOP, afirma Hirondina Borges, é para breve e é destinada à capacitação dos profissionais da área.

O projeto Escola de Oncologia dos PALOP vai ser apresentado amanhã no Webinar Internacional intitulado: “Cuidados oncológicos para a cobertura Universal de Saúde”.

Reportagem RCV com jornalista Hermen Alfredo