O abuso sexual e as mudanças necessárias nas leis - Jacob Vicente

08 de fevereiro de 2021

Jacob Vicente, psicólogo e autor de livro sobre pedofilia e abuso sexual
A+ A-

 

Psicólogo e autor de livro sobre pedofilia e abuso sexual, Jacob Vicente, defende castração química de agressores sexuais de menores e julgamentos sumários em caso de haver prova médica do crime. 


Apesar de Cabo Verde ser signatário das convenções sobre os direitos das crianças e adolescentes e de ter leis que garantem a proteção de menores, a sua aplicação não acompanha a gravidade dos crimes e suas consequências nas famílias e comunidade. O posicionamento é do psicólogo, Jacob Vicente, que defende ser necessário alterar a legislação, agravando as penalizações.

Jacob Vicente chama atenção, ainda, para o facto de que na quase totalidade dos casos, os agressores estão conscientes das suas ações. Não se trata de doença. Os agressores, quase sempre, são pessoas próximas, gente da família. Daí que, a rede de proteção comunitária das crianças, já não é mais confiável.

Tendo em conta que, em caso de prostituição e abuso sexual de crianças nas ilhas mais turísticas, a fiscalização é ainda deficiente, para a Coordenadora de rede de combate à exploração sexual de menores na ilha do Sal, Arminda Lopes, a comunidade precisa ser mais interventiva.

O nível de pobreza e situação social de muitas famílias podem ser fatores que favorecem a prostituição infantil nas ilhas mais turísticas e também um dos motivos do silêncio das famílias, de acordo com nossos entrevistados, que participaram no programa Opinião Pública de hoje.


RCV/Praia
Disponibilizado online pela RTC Multimédia - Estagiária
Supervisionado pelo jornalista Carlos Santos