Legislativas 2021: São Vicente e de Santo Antão perdem um deputado cada. Santiago Sul e Sal ganham mais um deputado

15 de fevereiro de 2021

Assembleia Nacional de Cabo Verde, cidade da Praia
A+ A-

As  ilhas  de São Vicente e de Santo Antão vão perder um deputado cada nas próximas legislativas, enquanto que a ilha do Sal e o circulo de Santiago Sul ganham mais um representante cada, no próximo Parlamento.

São os resultados do número de inscritos nos cadernos eleitorais, que provocaram uma nova distribuição dos assentos parlamentares entre os círculos.

As eleições legislativas em Cabo Verde estão marcadas para o dia 18 de Abril e de acordo com o Código Eleitoral, os deputados são atribuídos aos círculos eleitorais em função do recenseamento. Se o número de eleitores reduzir num círculo, perde-se deputados em função de aumento de recenseados em outros círculos eleitorais.

Em São Vicente, segundo o presidente da Comissão de Recenseamento Eleitoral, Humberto Mota,  a procura pelos postos de recenseamento sofreu um decréscimo  após as eleições autárquicas. Mesmo assim, a ilha tem mais 2.129 eleitores, mas não superou o crescimento registado em outros concelhos  como Praia e Sal.

Assim, para as eleições legislativas do dia 18 de Abril, estão inscritos provisoriamente nos cadernos de recenseamento cerca de 54.600. Humberto Mota diz que a perda de um deputado já era esperado num ano atípico onde também faltou a mobilização de novos eleitores.

Também o circulo de Santo Antão há a registar a perda de um assento no Parlamento. Mas, na ilha das montanhas diz o presidente da CRE do Porto Novo, João do Rosário, o motivo é outro - a perda acentuada de população, um problema que a ilha vem enfrentando desde há vários anos.

Na contramão, está Santiago Sul que recuperou o deputado perdido em  2016, passando de 18 para 19 deputados. Só o concelho da Praia recenseou 4.781 novos eleitores no ultimo período de recenseamento. 

O presidente da CRE, José Barbosa,  faz um balanço positivo do processo de recenseamento  que tinha como meta alcançar a inscrição de um número de eleitores que permitisse a  recuperação do deputado.

De acordo com os dados já conhecidos, na próxima legislatura, Santo Antão terá 6 deputados, São Vicente 10, Sal 4,  Santiago Sul 19, Santiago Norte 14, Fogo 5, Brava, São Nicolau, Boavista, Maio terão 2 deputados cada. Os círculos da emigração, Europa, América e África também terão dois deputados cada.

 

Reportagem RCV com jornalista Carla Lima


Artigos Relacionados