Parlamento: Debate sobre o papel do Estado no Desenvolvimento do país

24 de fevereiro de 2021

A+ A-

 

PAICV critica rumo seguido pela governação atual e promete nova agenda para desenvolvimento. MpD reitera compromisso junto aos mais vulneráveis para garantir melhores condições de vida a todos. UCID vinca que as fragilidades sociais do país não se coadunam com discursos triunfalistas.


A bancada do MPD, na sua intervenção inicial no debate, frisou que a grande maioria dos cabo-verdianos reconhece que o país está no caminho certo apesar das adversidades da pandemia e de três anos de seca que o país enfrentou nesta nona legislatura.

A líder da bancada, Joana Rosa, enfatizou que, embora a oposição não o reconhece, o atual governo conseguiu, nestes 5 anos, forjar uma economia sustentável e que tem tido impacto na vida dos cabo-verdianos.

Segundo Joana Rosa, seguindo a orientação ideológica do MPD, que tem o homem no centro das suas políticas, o atual governo conseguiu, neste mandato, intensificar a inclusão social no país, que nenhum partido dito de esquerda tinha feito até agora.

Para a líder, a política de direita social do MPD difere da política social do PAICV, que se baseia numa governação assistencialista e autoritária, que cria dependência dos cidadãos face ao estado.


Para a bancada do PAICV, na intervenção inicial, pela deputada e líder do partido, Janira Hopffer Almada, o balanço da governação do MPD, nos últimos 5 anos, é negativo. 

Janira Hopffer Almada traçou aquilo que, no seu entender, deverá ser o futuro de Cabo Verde fundamentado numa nação inclusiva, justa e próspera, com oportunidades para todos. E com o PAICV no poder.

Para a deputada e líder do maior partido de oposição, as acções do Governo, nestes 5 anos, colocaram o futuro dos cabo-verdianos em risco e fizeram atrasar o país; e para se ultrapassar os desafios atuais e regressar ao caminho do crescimento inclusivo e da transformação social, diz Janira Hopffer Almada que, o país precisa de uma nova agenda e de um novo compromisso para construir um Cabo Verde que seja para todos.

Segundo Janira Hopffer Almada a Agenda do PAICV para a próxima Legislatura será construir a base, empreender mudanças estruturais e desenvolver novos sectores industriais e de serviços.


Para o deputado e presidente da UCID, António Monteiro, como afirmou na sua intervenção inicial, o atual Governo do MPD, ao invés de empoderar os cidadãos, têm pisado nos cabo-verdianos.

António Monteiro sublinhou que, pelo contrário, a UCID defende um Estado forte mas que valoriza os cidadãos. E o Estado forte, defendido pela UCID, estriba, segundo António Monteiro, num estado suficiente e com regras claras.

Segundo António Monteiro o tema do debate não mereceu a atenção devida por parte dos adversários, que preferiram fazer campanha.


RTC Multimédia
Disponibilização online (Estagiária - com supervisão)