Retoma Futebol Santiago Sul: clubes não esperam decisões relevantes da reunião da Associação

12 de março de 2021

A+ A-

Os clubes de Santiago Sul não esperam decisões relevantes da reunião da Associação Regional de Futebol marcada para, esta tarde, na Praia.

As direções do Celtic, Bairro e Tchadense pedem que sejam criadas condições para uma possível a retoma do futebol nesta região desportiva.

O vice-presidente do Celtic não acredita num regresso do futebol sénior masculino, esta temporada, em Santiago Sul. Já que, sustenta Nuno Ribeiro, a decisão dos clubes, em fevereiro, ditou novos caminhos para a modalidade. Alguns futebolistas da região já se transferiram para outros clubes, nomeadamente, de Santiago Norte, Sal e Fogo.

A Associação Desportiva do Bairro Craveiro Lopes aguarda com relativa expectativa esta reunião com as instituições ligadas à organização das provas. 

Quanto às condições para a retoma das actividades, a presidente da, Lydia Fortes, é peremptória. "Direção do Bairro entende que não há condições ainda para a retoma das actividades no futebol em Santiago Sul. No futebol é difícil evitar aglomerações, e neste momento não temos condições de infra-estrutura para treinos. E juntando os testes periódicos que acarreta elevados custos para o clube".

O Tchadense é um dos clubes favoráveis à retoma. O Presidente Associação Desportiva, Social e Cultural, Carlos Morais "Caló Ichi", pede melhores condições para a organização do futebol na região.

Caló Ichi alerta para as promessas não cumpridas por parte do Governo e da Federação e deixa a entender que os clubes estão do lado dos atletas.

A reunião desta sexta-feira, convocada pela Associação Regional de Futebol de Santiago Sul, contará com representantes do Instituto do Desporto e da Juventude, da Federação Cabo-verdiana de Futebol, do Comando da Polícia Nacional, da Delegacia de Saúde, da Câmara Municipal e da Protecção Civil.

Pedro Paulo Moreira / RTC

Artigos Relacionados

Programação

Mais Acedidos

Últimos Vídeos

Últimos Áudios