Ulisses Correia e Silva define para próximos 5 anos a massificação da vacinação, eliminação da pobreza extrema e retoma da economia

19 de abril de 2021

A+ A-

O presidente do MPD encara os resultados que lhe dão a vitória como o reconhecimento dos cabo-verdianos às dificuldades da governação anterior, mas também das propostas para o futuro. Ulisses Correia e Silva realça que a vitória foi um cartão vermelho e a rejeição ao populismo exagerado.

Quanto ao que vão ser os próximos cinco anos, Ulisses Correia e Silva começa por definir a massificação da vacinação contra a Covid-19, a eliminação da pobreza extrema no país e a retoma da economia como as prioridades das prioridades.

Ontem mesmo, a presidente do PAICV parabenisa o vencedor das eleições. Ao reconhecer a vitória clara do MPD, a presidente do PAICV diz que retira consequência dos resultados. Por isso, em breve, vai apresentar a sua demissão à direção do partido. 

Questionada sobre o que correu mal, Janira Hopffer Almada prefere deixar para depois uma análise mais aprofundada dos dados. Entretanto, considera que houve uma luta desigual, sem que isso seja desculpa.

Uma vitória que sabe a pouco. É assim que o Presidente da UCID reage aos resultados da noite eleitoral de ontem. António Monteiro diz que os resultados estão aquém dos objetivos traçados, mas aceita o veredito do povo. O líder da UCID promete servir o país com todas as suas competências. 

Com os 4 deputados eleitos em São Vicente, António Monteiro assume o compromisso de continuar a defender os interesses do país. Embora a meta era conseguir uma bancada parlamentar.

António Monteiro assinala o que considera de muito esbanjamento de recursos financeiros o que, a seu ver, terá influenciado no resultado de ontem. 



Artigos Relacionados