Márcio Fernandes disposto a representar, novamente, Cabo Verde

03 de maio de 2021

Márcio Fernandes
A+ A-

O atleta paralímpico cabo-verdiano, Márcio Fernandes,está decidido em voltar a representar o país em competições internacionais.

O campeão do Mundo de 2015 em lançamento de Dardo tinha anunciado, há três anos, o fim da sua carreira de alta competição, representando Cabo Verde.

Agora, Márcio decide voltar, porque, afinal, continua em forma. "Na altura senti desgaste e falta de apoio. Mas continuei-me sempre a treinar. E decidi voltar. Agora vou tentar qualificação para Jogos Paralimpicos de Tóquio".

Márcio tomou a decisão de voltar há poucos meses, quando esteve prestes a representar Cabo Verde no GrandPrix de Tunis, competição que era qualificativa para as paraolimpíadas de Toquio. Mas, desistiu de ir à Tunísia por achar que nal altura não estava à altura das exigências.

Apesar de reconhecer as dificuldades, Márcio mantém acesso o sonho de estar presente em Tóquio. E vai tentar essa qualificação entre junho e julho, na Inglaterra onde reside. 

Márcio Fernandes reside há oito anos em Londres, confessa que a pandemia atrapalhou completamente os seus planos, quando se sentia em forma confiante.

O atleta paralímpico Márcio Fernandes, começou a carreira em 1994, em campeonatos regionais de pista e de estrada, em Portugal. Mais tarde, passou a dedicar-se também ao lançamento de dardo. Em 2005 representou Cabo Verde pela pela primeira vez numa competição internacional. Deu muitas medalhas ao país, mas foi em 2015 que atingiu o ponto máximo da sua carreira a se sagrar campeão do Mundo em Lançamento de Dardo, em Doha, Qatar. Esteve também nas Paralimpiadas do Rio de Janeiro, em 2016.

Oiça, em baixo, a notícia com as declarações de Márcio Fernandes