Natação: Érica Soares fica em 3º lugar em prova de piscina na África do Sul

11 de maio de 2021

Érica Soares, nadadora natural do Tarrafal de Santiago
A+ A-

A jovem cabo-verdiana, Érica Soares, ficou em terceiro lugar numa competição de natação disputada no último fim-de-semana na África do Sul.

Érica, que atualmente vive no Senegal, competiu em três provas de natação de piscina e, em entrevista a RCV, confessou ter ficado entusiasmada com a sua prestação

A prova na África do Sul era qualificativa para os Jogos Olímpicos, mas, por enquanto, o objetivo da nadadora passava por ganhar mais experiência em competições internacionais. E, desse ponto de vista, garante, os objetivos foram alcançados.

“Desde outubro que me levantava às 05h00 para ir aos treinos, depois, à tarde, mesma coisa. Então, posso dizer que é um ótimo resultado que só me deixa mais motivado para continuar os treinos e chegar onde quero”, declarou.

Depois desta competição em solo sul-africano, Érica deverá participar, ainda este ano, no campeonato africano, no Gana. Mas, adverte, nada está ainda fechado.

Érica está há quase dois anos no Senegal num centro de treinos de natação. A nadadora vai conciliando os treinos com os estudos em Educação Física e Motricidade.

A jovem nadadora natural do Tarrafal de Santiago conta com uma bolsa da FINA, Federação Internacional de Natação, para que possa custear os treinos. Mas, quanto aos estudos, diz que é a família quem tem se esforçado para mantê-la na universidade

“Graças a Deus, aqui no Senegal estudar em escola pública não é caro. Na minha escola pago uma vez por ano, tenho estadia garantido. Qualquer dificuldade, conto com a família que faz djunta-mon para me ajudar”.

As saudades de Cabo Verde são enormes, diz Erica Soares, que quer regressar, assim que concluir a formação, para investir na Natação.

“Assim que terminar minha Licenciatura, quero começar o Mestrado para me especializar em Natação. Depois, quero regressar a Cabo Verde com um bom currículo, criar minha própria escola de natação e continuar a ensinar aquilo de que mais gosto.”

Érica Soares tem 21 anos. Em Janeiro de 2019 ficou muito conhecida dos cabo-verdianos ao nadar da Quebra Canela até Cidade Velha. Foram 12 quilómetros que ela fez em cerca de seis horas.

Benvindo Neves, RCV