Transporte Aéreo: Estudo recomenda um único operador em Cabo Verde e a subsidiação de determinadas rotas

12 de julho de 2021

A+ A-

Estudo recomenda a existência de um único operador em Cabo Verde no setor dos transportes aéreos interilhas e a subsidiação de determinadas rotas. Isto, devido à pequenez do mercado cabo-verdiano. Esse estudo sobre a obrigação do serviço público no transporte aéréo interno foi apresentado, esta manhã, na cidade da Praia, em jeito de workshop.

Nos transportes aéreos inter-ilhas a pequenez do mercado cabo-verdiano pode levar à insustentabilidade das empresas, sobretudo se houver mais do que operador. Esta é a principal conclusão do estudo sobre a obrigação de serviço público nos transportes aéreos que o Governo de Cabo Verde encomendou. O estudo recomenda, pois, um único operador nos transportes aéreos inter-ilhas em Cabo Verde.

Por causa da pequenez do mercado o estudo recomenda a subsidiação dalgumas rotas inter-ilhas. Isto é, implementar a obrigação do serviço público nesse setor.

O estudo sublinha que Cabo Verde pode escolher alguns modelos que já estão a ser utilizados em determinados arquipélagos da Macaronésia e do Oceano Indico. Assim os participantes do workshop debruçaram-se sobre esses modelos para poderem escolher aquele que melhor se adapta à realidade cabo-verdiana .O estudo foi feito por um consultor espanhol e foi encomendado antes da pandemia segundo realçou o Ministro dos Transportes.