Primeiro-ministro sublinha ser um "imperativo de patriotismo nacional" a aprovação do Orçamento Retificativo para 2021

28 de julho de 2021

Ulisses Correia e Silva, Primeiro-ministro de Cabo Verde
A+ A-

Primeiro-ministro sublinha ser um imperativo de patriotismo nacional a aprovação do Orçamento Retificativo para 2021. Documento alvo de debate esta manhã, no Parlamento, e que vai dotar Cabo Verde de novas esperanças face ao prolongar da crise pandémica, segundo realçou o Chefe do Governo, durante a introdução do debate.

No arranque da última sessão do ano parlamentar o Governo apresentou a proposta de Orçamento retificativo para 2021. O orçamento de estado inicial aprovado há alguns meses era de cerca de 77 milhões de contos esta proposta de orçamento retificativo é de aproximadamente 78 milhões de contos. Ao introduzir o debate o Primeiro-ministro realçou que, face ao perdurar da crise pandémica, o governo poderia impor medidas duras aos cabo-verdianos, mas escolheu fazer aprovar um orçamento retificativo para ajudar Cabo Verde a ter novas esperanças em 2022.

Com o Orçamento Retificativo mantem-se os investimentos com impacto local no emprego, no rendimento e na construção civil, continua-se a proteger a saúde dos cabo-verdianos, as empresas e a apoiar as familias mais pobres e atuar na recuperação da economia, sublinha o Chefe do Executivo.

Neste momento de crise é preciso levar em conta o país e o bem-estar dos cabo-verdianos, afirmou Ulisses Correia e Silva.



Artigos Relacionados